Blog

Perambulando há 9 anos em Azeroth!

27 de novembro de 2019 2 Comentários 548 visualizações

Perdi a data por um dia, mas no dia 26 de Novembro de 2010 eu comecei minhas aventuras por Azeroth! Parece que foi ontem que eu fiquei uns 30 minutos discutindo com meu esposo sobre qual classe criar, que fiquei na dúvida entre duas classes e, por fim, criei minha primeira bruxa, Arganthe, no servidor Gurubashi.

Mas hoje tirei o dia para abrir minhas estatísticas de jogo especificamente da Arganthe e observar o que aprontei em Azeroth desde então.

  • Ouro gasto na barbearia: 8.521g
  • Total de mortes: 26.876
  • Missões feitas: 24.791
  • Total de peixes pescados: 30.043
  • Total de vezes que toquei o menor violino do mundo: 53
  • Duelos vencidos: 87
  • Bebida mais consumida: Café Espresso Fogo Estelar (104)
  • Pedras da Vida usadas: 11409
  • Montarias obtidas: 491
  • Campo de Batalha mais jogado: Bacia Arathi (283)
  • Missões de Guarnição concluídas: 9767
  • Missões do Salão de Classe concluídas: 2175
  • Itens épicos obtidos: 59779
  • Rotas de voo percorridas: 6295
  • Itens desencantados: 45955
  • Número de vezes que morri para outro jogador: 13251
  • Pontuação mais alta no Campo de Testes (Infinito): 3667

É muito comum, durante minhas transmissões, alguém me perguntar “como você consegue jogar WoW a tanto tempo e nunca enjoar”. No meu caso WoW não é apenas sobre PvP e PvE, apesar de já ter tido minhas fases focadas nesses objetivos, mas sim tudo o que vai além. Eu cheguei no jogo durante o Cataclysm, e desde então me divirto com os detalhes nele e toda evolução ao longo deste tempo que jogo.

Infelizmente eu não tenho mais tantos screenshots de toda a minha trajetória no WoW, mas tenho alguns poucos que foram imortalizados no Facebook (perdão pela qualidade horrorouser!):

Me lembro de muitas coisas legais nesse tempo todo: a primeira montaria rara, o lançamento do Patch que permitia transmogrificar o equipamento (e o passeio da guilda pra farmar itens) , a primeira vez que me engasguei com a beleza do Vale das Flores Eternas, cada kill de chefes do Pandaria com minha guilda na época de 25m, algumas conquistas importantes pra mim (Mestre Historiadora, Mestre de Batalha)… Me lembro de cada uma dessas coisas com muito carinho, e são exatamente elas que me mantem ligada ao jogo. Não apenas o gameplay, mas cada momento legal que tive nele solo, com o Bode ou com amigos.

Espero sinceramente que World of Warcraft fique por ativo por, pelo menos, mais 15 anos, e assim colecionarei ainda mais memórias 💜

E você leitor que chegou até aqui: há quanto tempo joga e qual é sua melhor memória do jogo?

Boa quinta-feira!

Tags

Ir ao Topo