Sobre a Arganthe

Comentários desativados em Sobre a Arganthe Modificado pela última vez em 12 de fevereiro de 2020 642 visualizações

Arganthe é a primeira personagem que criei em World of Warcraft em 2010, quando meu esposo resolveu voltar a jogar no início do Cataclysm. Voltando um pouco antes disso, a minha mudança para Petrópolis tinha sido recente e, meu presente de “finalmente juntos” pra ele foi o Starcraft II: Wings of Liberty, porque ele era um fã desde criança do jogo. Ele sempre falou como Starcraft II era importante na vida dele, assim como outros jogos da Blizzard, e achei adequado presenteá-lo com o novo jogo 😛

Depois de comecar a jogar SC, ele resolveu olhar o armory no WoW pra ver como andava seu personagem, afinal ele havia parado de jogar há alguns meses. Ao acessá-lo, viu que os equipamentos do seu personagem principal, Rothogar, estavam todos incorretos. A conta dele de WoW havia sido hackeada D:. Com isso, ele entrou em contato com o suporte para reclamá-la e conseguiu, mas acontece que aparentemente o hacker havia colocado um tempo de jogo e ele aproveitou pra “dar uma olhada no jogo”. Isso aconteceu algumas semanas antes do lançamento oficial do Cataclysm, e oficialmente Bodinho voltou a jogar WoW.

Me lembro até hoje de sair pra trabalhar de manhã no dia do lançamento do Cataclysm e ele nivelando em Vashj’ir no primeiro dia de Cataclysm. Nunca vou tirar aquela “fase da água” da minha cabeça o.o

Ele me convenceu de jogar junto no momento que ele viu a nova montaria do Recrute um Amigo, o Foguete de Passeio X-53. Depois de alguns dias insistindo sobre, ele me deu o Battle Chest, que na época dava acesso a todo conteúdo exceto Cataclysm. Ele propôs que, se eu chegasse no nével 80 antes do fim do meu período de 30 dias gratuitos, me daria o Cataclysm de presente. Então assim, no Natal de 2010, ganhei a expansão.

Desde então jogo WoW diariamente, e minha maior inspiração ingame é o próprio Rothogar. Ele sempre foi o cúmulo do colecionismo e se hoje eu sou tão enfática com minhas coleções, 99% disso é culpa dele ^^.

Origem do Nome

Meu autor literário favorito se chama Bernard Cornwell, e por acaso minha série de livros favoritos é As Crônicas de Artur. Argante era o nome de uma de suas personagens, irmã de Iseult e filha de Oengus Mac Airen, Rei da Demetia e Líder dos Escudos Pretos. A personagem em si não é tão interessante, mas sempre achei o nome bastante sonoro. Depois de tentar mais alguns nomes relacionados ao mesmo livro, parei em Argante e não aceitei o fato dele não estar disponível. Por isso o “h” extra.

Arganthe. Eu não sabia que esse seria um nome eventualmente tão importante pra mim. Ele deixou de ser apenas o nome da minha primeira personagem para se tornar minha identidade em tudo relacionado ao jogo, e hoje é basicamente minha identidade online. Aprecio muito a origem desse nome e o levo muito a sério desde então.

A pessoa por trás da personagem

Meu nome é Bárbara Vaz. Atualmente moro em Petrópolis/RJ, mas vim de Uberlândia/MG. Desde criança mantenho os mesmos interesses que tenho hoje: jogos e tecnologia. Meu sonho de criança era crescer e trabalhar para comprar joguinhos e, em parte, consegui realizá-lo ^^. Compartilho os mesmos interesses com meu companheiro, Carlos, que além de me trazer para World of Warcraft, é meu player 2 na maioria dos jogos (ou player 1, dependendo do jogo). Sou mãe de 1 catiorrínea perfeita chamada Chiquinha e 4 gatos malucos: Reylle, Genji, Cosmo e Wanda.

Onde mais me encontrar?

Ir ao Topo