Blog

Minhas apostas para a BlizzCon 2019

27 de outubro de 2019 4 Comentários 455 visualizações

A BlizzCon acontecerá daqui a uma semana, nos dias 1 e 2 de Novembro, e nessa véspera muita gente começa a especular mais sobre o que vai acontecer na convenção este ano. Apesar de não ir pessoalmente, já garanti meu Ticket Virtual pra acompanhar tudo de casa enquanto como alguma gordice.

Todos tem um palpite sobre o que será anunciado, então resolvi compartilhar os meus mas com um quê de “eu queria que fosse assim”, não o que acho mais lógico de acontecer heheh.

Nova expansão do WoW

De acordo com Leakers por aí, a Blizzard anunciará algo em torno de 60 novas expansões esse ano, um recorde pra qualquer empresa, eu diria. Mas eu pessoalmente estou um pouco desapontada pois lendo tantos leaks, nenhum menciona Etéreos em nenhum contexto. Não acho que meu sonho de poder voltar a minha forma “original” acontecerá nessa expansão, e estou um pouco #xatiad por isso :/.

Snapshot de Bolvar em uma cinematic. Pog

Snapshot de Bolvar em uma cinematic. Eu acreditaria se não tivessem esquecido os olhos. Pog

Além disso eu realmente não gostaria que a Blizzard recorresse de novo à um Red Button pra alavancar o interesse no WoW, igual foi Legion com Illidan. Não me entenda errado, eu gosto do Illidan como muita gente por aí, mas sinto falta do novo. Pelo menos em Legion a expansão brilhou ao girar muito em termos de identidade de classe e como cada uma poderia contribuir para combater o inimigo em questão, a Legião, mas ainda assim sinto falta de algo nível Mists of Pandaria, tirado literalmente do zero e uma das coisas mas perfeitas já feitas no meu WoWzinho :/

Anúncios extras

Imagino também que devam anunciar oficialmente o início da comemoração de 15 anos de WoW durante a cerimônia e uma data para o lançamento do Patch 8.3. Como normalmente raids e mudanças de season acontecem algumas semanas depois dos lançamentos de patch, apostaria inclusive que o 8.3 e o evento de aniversário já estarão acessíveis na terça-feira dia 5, ou no mais tardar dia 12 de Novembro. Não me lembro exatamente onde, mas tenho a impressão que foi mencionado que as celebrações do aniversário do WoW durarão um pouco mais este ano.

Futuro (?) do Diablo

Diablo precisa de um novo Diablo. Pra ontem.

Ano passado realmente não imaginei que a Blizzard anunciaria um Diablo 4, e já estava em paz com possíveis anúncios da franquia, mas Diablo Immortals me surpreendeu, e não da maneira boa. Duvido que alguém tenha tanto ranço de jogos para smartphone como eu tenho, mas por mim eu não teria nenhum. Quando anunciaram um jogo sobre uma timeline diferente do Diablo me empolguei imediatamente até alguém dizer que era mobile. Eu me recuso a acreditar realmente que o futuro dos games seja mobile.

Isso tudo é uma opinião pessoal e não baseada no backfire geral do ano passado, mas apesar disso tenho esperanças muito altas para que Diablo 4 seja anunciado e que seja literalmente de tirar o fôlego. A franquia precisa de redenção, e não porque a Blizzard fez um trabalho ruim ao longo dos anos, e sim porque fez uma série de jogos extremamente cativantes e ao meus olhos reciclou todos eles à exaustão.

O renascimento de Heroes of the Storm

Quem já me conhece há algum tempo sabe que moba nunca foi meu forte ou interesse, mas Heroes of the Storm é o único que me senti compelida a jogar em algum momento justamente pela simplicidade, mas acho que esse barco já zarpou pra Blizzard há tempos. Competir com nomes como Dota e League of Legends deve ter sido um desafio imenso, e algumas escolhas ao longo do tempo não ajudaram muito a alavancar o estilo.

Ainda assim, em termos de diversão, Heroes pra mim sempre vale a pena, não só pelo estilo de jogo mas também pelo fato de trazer personagens de todo o universo Blizzard pra ele, inclusive recriando histórias dentro do próprio Nexus.

Quando anunciaram finalmente o Deathwing esta semana, eu senti que finalmente o melhor momento do Heroes estava para chegar e que, se anunciaram ele algum tempo antes da BlizzCon, talvez algo ainda mais espetacular esteja pronto pra ser anunciado na conferência. Não custa sonhar né?

Só vem Deathwing mas, cadê o dublador original aaaaaaaaaaa

Mesmo que o espaço para Update especificamente do Heroes of the Storm esteja bem pequeno na agenda deste ano, espero anúncios legais pra balancear com o anúncio do Deathwing.

Overwatch

Eu amo Overwatch. Desde a primeira vez que ouvi o conceito até o presente momento, eu respiro Overwatch. Posso ser a ouro mais cotoca de lá, mas ainda assim eu aprecio um bom shooter, e Overwatch é excelente nesse estilo, mas depois de alguns anos, ele parece o mesmo. Apesar de que sempre incluem novos visuais, os eventos vem sido reciclados e nada exatamente de novo para o jogo foi anunciado desde então.

Há rumores de que um Overwatch 2 vai ser anunciado, e não sei bem como isso iria cair. Overwatch, como sempre foi esclarecido, tem muitos elementos do falecido Projeto Titan, e tudo o que li e ouvi sobre Overwatch 2 lembra muito o que as pessoas esperavam dele. Tudo bem, o termo MMO nunca esteve em questão aqui mas, e se for? Eu não sei o que esperar desse possível Overwatch 2, mas tenho grandes esperanças pra isso. Só espero realmente que não seja algo nem próximo de um Battle Royalle.

Hearthstone

Tem tempo desde a última vez que joguei Hearthstone, mas nunca mais joguei desde que perdi meu primeiro cardback de temporada. A verdade é que acho que o Hearthstone move muito rápido, e isso não acontece só durante as BlizzCons, e sim ao longo do ano todo. Se hoje eu fosse voltar, provavelmente gastaria muito tempo, gold e dinheiro reajustando minha coleção e aprendendo as novas mecânicas que foram sendo introduzidas no jogo ao longo do tempo.

Apesar de não ter uma noção real do jogo hoje em dia, sei que a premissa principal de um card game ainda não mudou e nem acho que vai mudar, porém arrisco dizer que a Blizzard colocará um novo modo de jogo dentro dele que não seja necessariamente a fórmula de hoje em dia. Imagino que o jogo será o mesmo, porém com novos elementos.

Starcraft

Não espero nada muito novo para o universo Starcraft. De fato, acho que a única coisa que vão discutir sobre SC II este ano é sobre o sistema de AI impressionante que a Blizzard desenvolveu ao longo de todos esses anos.

Serral, Campeão do WCS Global Finals de 2018

Serral, Campeão do WCS Global Finals de 2018

Apesar disso, um dos meus pontos favoritos de toda BlizzCon são as finais globais da WCS. Apesar de eu mesma nunca ter jogado o modo PvP me divirto pacas imaginando quanto tempo e esforço cada competidor dedicou para masterizar as habilidades dessa forma. Ano passado foi particularmente memorável porque o campeão pela primeira vez não era um Coreano (nada contra Coreanos, gente, os caras BRILHAM muito em SC II), mas certamente foi uma final histórica. E o campeão é Zerg!


Em resumo, não tenho nenhuma esperança específica para a BlizzCon. A única coisa que eu realmente quero são anúncios adequados pra cada uma das franquias que gosto tanto, e espero me surpreender com as novidades!

Durante a BlizzCon provavelmente comentarei por aqui todos os meus insights, fique a vontade para discuti-los comigo também 🙂

Tags

Ir ao Topo